segunda-feira, 4 de junho de 2007

No Ministério

Há quem promova Cristo e quem se promova através de Cristo. Há falta dos primeiros mas abundam os segundos.

4 comentários:

Adilson Marques disse...

Caro Nuno,
Em relação aos dois últimos textos, devo dizer em relação ao primeiro que muitas vezes penso nisso. A Câmara Municipal de Almada tinha um site onde se podia calcular a nossa "Pegada" - o rasto de poluição que deixamos no planeta, ou seja, a nossa marca negativa. Gostaria também de deixar uma marca positiva, tornar a minha passagem por aqui valiosa.
Relativamente ao segundo texto, é bem verdade. Não vejo melhor maneira de alguém se promover do que através do recurso à religião. Lembro-me há alguns anos, quando a Palavra da Vida trabalha na sua máxima força, muitos dos jovens na altura queriam entrar para o ministério, ser obreiros, dedicarem-se a Deus, tudo isso porque trabalhar na Palavra da Vida dava um certo status. Outros, porque não tiveram oportunidade de estudar, viam o ministério a maneira mais rápida e fácil de terem um trabalho intelectual e ocuparem cargos de liderança. Enfim, vi um pouco de tudo, vi que Cristo serviu para muita gente se promover e, pior, pouco se fala nisso e nunca ninguém denuncia estas situações.
Um abraço.

LadyBird disse...

Partilho da tua opinião.
E acrescento, há indivíduos que andam tão honesta e sinceramente a promover-se, pensando que estão a promover Cristo.

Daniela Mann disse...

Cada vez mais meu irmão! :( E que o Senhor tenha misericórdia de nós!

Júnior disse...

Nem vou comentar, vou orar.