quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Quem está de pé, cuidado não caia!

Não é raro encontrar no meio cristão quem se gabe "estar por cima" dos pecados do passado. Impressiona a forma como, num ápice, tudo o que era mau desapareceu numa simples declaração confiante tipo: eu já não isto, já não aquilo, etc. Tudo o que era imperfeito foi removido e está aberto o caminho para a perfeição imaculada.
Curiosamente, a vida tem-me ensinado o contrário: Quanto mais cresço no Senhor mais me apercebo do "monstro"que vive dentro de mim. Mais me dou conta da minha fragilidade e incapacidade de me manter, pelos meus próprios meios, íntegro perante Deus. Sei que a qualquer momento a minha natureza carnal pode pregar-me uma rasteira e, por vezes, prega mesmo. Quanto mais estou com o Senhor mais me dou conta que é o Seu favor para comigo que me segura e a sua mão, essa sim, é firme e confiável. Qualquer distracção é a morte do artista, como dizia o meu pai.
Na vanglória somos apenas uns bazófias como tantos que encontramos pelas conversas desta vida.

2 comentários:

Daniela Mann disse...

O post que eu gostava de ter escrito... é que é mesmo isso que também sinto a cada dia do meu viver.

Samba da Bênção disse...

Grande Nuno César!
Daqui é o compadre Ary! hehe
Sempre com as palavras certas!
vai dando uma olhada no meu blog.
paz