quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Ressuscite o baptismo dos Baptistas

Os baptistérios que se encontram nos templos Baptistas sempre me causaram estranheza. Dá-me ideia que não passam de mausoléus dos tempos áureos em que o acto era, realmente, um testemunho público da fé em Cristo. Assim, o que se ensina a quem tem o infortúnio de ali descer às águas temperadas pelo esquentador? Que a fé é para ser vivida dentro das quatro paredes do templo, sem problemas.

3 comentários:

Paula disse...

E infelizmente esses batistérios não existem só nas Igrejas Baptistas...

Avozinha disse...

Vivam os nossos irmãos ucranianos, que fazem os baptismos sempre em Carcavelos! Para mim já não seria tão bom por causa das ondas!

Juninho disse...

Realmente qual é o valor?Para nós ocidentais talvez seja mais um acto a que somos "obrigados" para fazermos parte de uma comunidade.Para, por exemplo, os nossos irmãos perseguídos é uma quebra total de paradigmas a qual cresceram e viveram até ao momento.É algo radical...